Se a pressa é inimiga da perfeição, sou imperfeita, pois meus pensamentos sempre estão além da velocidade da luz, aqui dentro tudo é acelerado, talvez isso explique porque sempre ando tão cansada.

A lentidão que expresso em meus movimentos, talvez seja um mecanismo de defesa para meu corpo não entrar…

A vida é feita de desencontros.

No caminho perdi amores.

Amizades.
Desfiz e fiz e refiz relações.

Me perdi também de mim mesma.

Pensei por muitas vezes ter encontrado minha “essência”.

Assim como pensei ter encontrado o amor da minha vida.

E depois os desencontrei.

Descobri que não era nada…

Esses dias acabei percebendo que grande parte das pessoas que sigo nas redes sociais, são pessoas que não estão mais presentes na minha vida. São amizades que passaram, amores que acabaram, pessoas com quem tive uma história que já deixou de ser escrita. De algumas delas sinto saudade, de alguns…

Estou beirando meus piores dias.

O esgotamento me consome.

Me faltam agora as palavras, que sempre se fizeram minhas fiéis companheiras.

Me falta ânimo.

Me falta paixão.

Inspiração.

Os dias passam devagar, as vezes passam rápido,a contradição os permeia, mas neles ainda reside algo em comum, eles se mostram todos…

Toda e qualquer preocupação se dissolve quando meus lábios encontram os teus.

Tu és meu pedacinho de calmaria em meio ao caos.

Meu suspiro de vida em dias que pregam a melancolia.

És alívio para meu peito angustiado.

És remédio para a dor latente que insiste em se fazer presente.

Não preciso que alguém me diga que vai ficar tudo bem.

Não preciso que me lembrem tudo aquilo que tenho e pelo que eu preciso ser grata.

Não preciso que tentem a todo custo me fazer sorrir.

Eu preciso de um ombro para chorar.

Preciso de silêncio e colo.

Preciso…

Meus amores e desejos foram moldados na base daquilo que os meus olhos poderiam alcançar, mas que meu corpo e meu coração não. Tenho uma coleção enorme de estórias que só existiram na minha cabeça, de paixões inventadas, de pessoas irreais.

Mergulhei em um mundo criado por mim e passei…

A inconsistência do toque voraz, que faz o meu peito arfar e pedir mais ar, sem conseguir respirar o meu único alento é tomar os teus suspiros como meus, teu ar como o meu, até conseguir retomar aos pouquinhos o controle sobre o meu próprio corpo, que a poucos segundos…

Alexia Cristhine

Mulher, negra, LGBT // Escrevo sobre amor para aliviar a alma. Escrevo sobre a dor para tentar curá-la. Escrevo sobre a realidade para tentar mudá-la.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store